Leia a seguir o artigo completo e saiba tudo o que você precisa saber sobre o distúrbio e o porque a Síndrome de Down ocorre!

Criança com síndrome de down deve ser estimulada. (Foto: Divulgação)

Criança com síndrome de down deve ser estimulada (Foto: Divulgação).

Já que é o Dia Internacional da Síndrome de Down o Note Aqui resolveu falar disso que se trata de um distúrbio genético causado pela presença de um cromossomos a mais, ou seja, o 21. Em uma pessoa que não sofre da doença são encontrados 46 cromossomos, no caso das que possuem o número sobe para 47.

Isso acontece por conta de um erro na divisão celular do indivíduo enquanto a divisão embrionária ocorre. No Brasil, por exemplo, estima-se que a cada 800 crianças uma tem síndrome de down.

Os dados ressaltam também que com ajuda dos pais, incentivo de educadores e todos que convivem ao redor é possível levar uma vida boa, mesmo tendo que enfrentar as dificuldades ao longo do percurso.

A Tecnologia em Favor das Descobertas

Atualmente, com o auxílio das novas ferramentas da medicina a mãe pode saber antes mesmo do parto se o filho é portador de down. Através do ultrassom morfológico fetal que avalia a truculência nucal pode-se notar ou não a presença da síndrome, mas somente efetuando exames de amniocentese que se concluí o fato com certeza absoluta.

Tratamento

O estímulo a partir do nascimento é o mais importante já que não existe cura. Quando as pessoas que convivem com quem tem Síndrome de Down, é importante que todos promovam a aceitação, fazer de tudo para que as necessidades especiais da pessoa sejam atendidas, a família deve procurar acompanhamento profissional para que a vida escolar e o convívio com outros possam acontecer da melhor maneira.

Características dos Portadores de Síndrome de Down

  • Baixa estatura;
  • Crânio com braquicefalia e occipital achatado;
  • Face arrendondado e achatada;
  • Olhos muito parecidos com os dos orientais;
  • Mãos e orelhas pequenas;
  • Dedos curtos;
  • Prega palmar única;
  • Boca aberta e língua para fora;
  • Dificuldades motoras;
  • Atraso na fala;
  • Lentidão no aprendizado.
PéssimoRuimRazoávelBomÓtimo (2 Votos, média: 5,00 fora de 5)
Loading...

Veja Mais Notícias

 
 
 
 
Noteaqui.com © 2010-2017. Todos os direitos reservados