A síndrome dos ossos de cristal é o nome que recebeu a doença que cientificamente é chamada de osteogênese imperfeita. Conhecida também como “doença dos ossos frágeis”. Os ossos de cristal são caracterizados pela fragilidade da estrutura óssea, isso se dá por conta da falta de colágeno e causa fraturas […]

Síndrome dos Ossos de Cristal

Paciente com a síndrome dos ossos de cristal na cadeira de rodas (Foto: Divulgação).

A síndrome dos ossos de cristal é o nome que recebeu a doença que cientificamente é chamada de osteogênese imperfeita. Conhecida também como “doença dos ossos frágeis”.

Os ossos de cristal são caracterizados pela fragilidade da estrutura óssea, isso se dá por conta da falta de colágeno e causa fraturas constantes, além de outros malefícios que pode causar à saúde.

A síndrome é rara e atinge uma em cada 21.000 crianças. Para detectar é preciso ficar bastante atento, se em qualquer movimento brusco ou na hora em que o bebê for pego no colo ocorrer algum tipo de fratura procure ajuda médica.

Sintomas

  • Esclerótica azulada, rosto com formato triangular;
  • dentes acinzentados e frágeis (dentinogênese imperfeita);
  • Acuidade auditiva reduzida;
  • Estatura baixa, principalmente comparada a dos pais (pode levar ao nanismo);
  • Fraturas produzidas por traumas banais e com consolidação rápida;
  • Podem levar ao encurvamento dos ossos mesmo sem fraturas;
  • Pela fragilidade de ligamento uma grande flexibilidade;
  • Excessiva sudorese;
  • Hipotonia muscular;
  • Não há comprometimento intelectual.

Tratamento de Síndrome dos Ossos de Cristal

  • Assim que diagnosticado o paciente é submetido a um tratamento de acordo com o grau da doença. Os especialistas costumam tratá-la com remédios que auxiliam na diminuição da dor e também das fraturas.
  • Sessões de fisioterapia para fortalecer os músculos também são recomendadas, além de uma dieta balanceada com vitaminas e minerais. É válido informar que a síndrome dos ossos de cristais não tem cura.
  • Muitas crianças ao atingir a idade da puberdade e dependendo da gravidade da doença têm os sintomas diminuídos e podem apresentar melhorar significativas no quadro clínico.

Fonte: Dicionário de Síndromes

PéssimoRuimRazoávelBomÓtimo (Avalie)
Loading...

Veja Mais Notícias

 
 
 
 
Noteaqui.com © 2010-2017. Todos os direitos reservados